Mulher é presa após cometer ataque homofóbico e racista em São Paulo
Divulgação/Reprodução

Objetos foram jogados no chão e contra pessoas pela advogada de 45 anos, indiciada por lesão corporal, injúria e homofobia.

 

Um jovem foi espancado por uma mulher ao ser agredido por homossexualidade e racismo em uma padaria perto de Pompia, zona oeste de São Paulo. Segundo informações da Secretaria de Segurança, o agressor era um advogado de 45 anos que foi preso pelo ato sob a acusação de lesão corporal, lesão corporal e homofobia. O caso ocorreu no “Dia da Consciência Negra” na sexta-feira, dia 20, mas só foi divulgado no domingo, dia 22. A mulher questionou uma funcionária se o ponto de negócio era “uma padaria gay”, a funcionária tentou acalmar suas emoções. A vítima também acusou a mulher de fobia.

 

Os momentos exatos da agressão verbal e física podem ser vistos em vídeos que circulam na internet. A mulher pisou na cabeça da vítima e deu-lhe um tapa no rosto, com a intenção de deixá-la voltar. As pessoas no local disseram às vítimas para não reagirem. Elas estão gravando o ataque em um vídeo. A assessoria de imprensa da padaria Dona Deôla que aconteceu no local informou que o caso começou quando uma cliente identificada como Lidiane Biezok chegou ao local e abusou de funcionários. O advogado jogou o objeto no chão e atirou na pessoa. A padaria disse que rejeitou a ação, lamentou o ocorrido e prestou assistência às vítimas.

 

 

Leia também
Violência contra animal

Cão é resgatado de situação de maus-tratos e dono vai preso em Ituiutaba

Segundo A PM, Pitbull foi encontrado em ambiente insalubre, muito magro e apresentou corrimento ocular.   Na segunda-feira …

Há 3 meses atrás - 420
Noticias,Brasil

Mulher é presa após cometer ataque homofóbico e racista em São Paulo

Objetos foram jogados no chão e contra pessoas pela advogada de 45 anos, indiciada por lesão corporal, injúria …

Há 3 meses atrás - 429
Politica

Alexandre de Moraes vai presidir comissão sobre ataque hacker ao TSE

A Comissão de Segurança Cibernética deve acompanhar a investigação da Polícia Federal sobre os ataques virtuais sofridos pelo …

Há 3 meses atrás - 433